Mulheres Instrumentistas na Música

Por Guilherme von Zuben Ricetto

Centro Musical Harmos Logomarca H

Embora possa parecer um movimento genuinamente masculino, o mundo da música é recheado de grandes mulheres musicistas.

Decerto, as paradas pop sempre estiveram recheadas de grandes cantoras. Entretanto, com o movimento feminista ganhando cada vez mais força, as mulheres também estão vindo com tudo na área instrumental.

E atualmente, existem dezenas de centenas de Youtubers mundialmente reconhecidas e respeitadas pelas suas habilidades musicais. E algumas delas, à saber, são só adolescentes na faixa dos 12-16 anos de idade!

Mas as mulheres tiveram que, infelizmente, provar para um mundo dominado por homens que elas também poderiam fazer música tão bem quanto, ou até melhor que eles: Preconceitos, boicotes, desdém e piadas (até mesmo das próprias mulheres).

girlsrock

Elas vem aí!

E o texto de hoje é uma homenagem às grandes musicistas do passado, que pavimentaram o caminho para as gerações atuais e futuras. E para isso, selecionei só 04 por instrumento, sem uma ordem específica.

Escrevo este texto inspirado em uma das maiores bandas de todos os tempos, capitaneada pelas irmãs Ann e Nancy Wilson, o Heart. Ouça, e surpreenda-se! 😉

Guitarristas

Vamos começar a homenagem por algumas das guitarristas mais poderosas e influentes de todos os tempos:

Nancy Wilson (Heart, Solo)

Nancy Wilson

E por falar em Heart, a guitarrista/violonista/compositora foi, à saber, a primeira mulher a liderar uma grupo de rock de sucesso na história. Juntamente com sua irmã Ann (vocalista do grupo), compôs hits inesquecíveis como Barracuda, Crazy On You, These Dreams e Alone. Conhecida por ser uma guitarrista bastante agressiva, ao mesmo tempo em que compõe belíssimas canções no violão.

Joan Jett (Joan Jett And The Blackhearts, The Runaways)

Joan Jett

Atitude, energia, humor, e muito rock n’ roll. A cantora/guitarrista nunca se considerou uma solista, tomando conta das vozes e das composições de sua banda. Ela escreveu e adaptou grandes hits do rock para o seu universo, como Bad Reputation, I Hate Myself For Loving You, Crimson and Clover, Do You Wanna Touch e, é claro, a lendária I Love Rock N’ Roll. É também grande ativista nas causas dos animais, do veganismo, e nas causas LGBT. Muita atitude pra uma pessoa só, não?

Jennifer Batten (Michael Jackson, Solo)

Jennifer Batten

A grande guitarrista que tocou ao lado do Rei do Pop por muitos anos, é também uma grande referência no quesito técnica e velocidade. Ainda era algo quase impensável uma mulher reproduzir os solos de Beat It (tocados pelo lendário Eddie Van Halen) nos anos 80. E não só ela os fazia com perfeição, como adicionava uma grande dose de técnica e agressividade em todo o repertório do Rei do Pop. Jennifer também era bastante elogiada por grandes guitarristas, sendo convidada para gravar muitos discos com muitos deles. Você pode ouvir seus trabalhos nos discos Bad (Michael Jackson), Who Else (Jeff Back) e Guitar Zeus (Carmine Appice).

Sister Rosetta Tharpe

Sister Rosetta Tharpe

Talvez este seja um nome desconhecido para você, mas Rosetta Tharpe é um dos nomes mais importantes e revolucionários da história. A excepcional e carismática guitarrista de Blues e Gospel da década de 40/50/60 quebrou muitas barreiras, tanto por ser mulher como por ser negra. Influenciou muitos músicos pela sua musicalidade e pelo seu timbre, tais como Elvis Presley, Little Richard, Johnny Cash entre outros pesos pesados. E mais importante ainda, muitas mulheres a aprender e aperfeiçoar um instrumento. Músicas como Up Above My Head, Silent Night e Strange Things Happening Every Day são canções eternizadas por esse grande ícone.

Baixistas

Indo para o mundo dos graves, também temos grandes ícones! Dê uma conferida abaixo:

Suzi Quatro (Solo)

Suzi Quatro

É simplesmente impossível não associar mulheres baixistas sem mencionar a grande Suzi Quatro. Ela é, certamente, um dos maiores nomes do rock dos anos 70. Além de uma excepcional baixista, é uma grande cantora, compositora, radialista e atriz. Dona de uma personalidade muito carismática, com grande presença de palco, ela influenciou muitos artistas, como Gene Simmons (KISS), Tina Weymouth (Talking Heads), Joan Jett (que já falamos aqui antes) e Micki Steele (The Runaways). Confira alguns de seus hits como If You Can’t Give Me Love, a eletrizante Can The Can e Stumblin’ In.

Meshell Ndegeocello

WASHINGTON, DC - April 26th, 2018 - D.C. native Meshell Ndegeocello performs at The Kennedy Center in Washington, D.C. Ndegeocello released an album of 80's and 90's R&B cover songs last month. (Photo by Kyle Gustafson / For The Washington Post)

O que você imagina de uma pessoa que já tocou com David Bowie, Lenny Kravitz, Rolling Stones, Herbie Hancock, Alanis Morissette e Madonna? Pois é, a Ndgegeocello é uma das baixistas mais requisitadas do mercado desde a década de 90! E não somente uma grande baixista, mas também uma cantora/rapper de cair o queixo! E é uma artista com uma carreira solo muito vasta, focada em elementos musicais como Soul e R&B. Também é conhecida por suas causas ativistas contra a AIDS. Certamente uma das baixistas que você não deve deixar passar despercebido!

Tina Weymouth (Talking Heads, Tom Tom Club)

Tina Weymouth

Se você já saiu de casa para assistir música ao vivo, você CERTAMENTE já ouviu alguém reproduzindo alguma das linhas de baixo dessa baixista. Tina é baixista do Talking Heads e do Tom Tom Club (onde ela também é cantora), e seu estilo de tocar é bastante melódico e com um timbre bastante grave. Garanto que você vai mexer os esqueletos com linhas como Genious of Love, Wordy Rappinghood, Once in a Lifetime e claro, a lendária Psycho Killer.

Carol Kaye

Carol Kaye

Poucas pessoas tocaram em tantos discos igual à essa nobre senhora. Uma das baixistas mais influentes de todos os tempos, estima-se que ela tenha gravado cerca de 10.000 discos, com incontáveis hits que chegaram aos topos das paradas, por mais de 50 anos. Um dos discos mais famosos que Carol gravou foi os maravilhosos Pet Sounds e Smile dos Beach Boys. Começou inicialmente como guitarrista e se tornou baixista por acidente, após assumir o instrumento durante a gravação de um disco, onde o baixista havia faltado. Todos ficaram impressionados com a facilidade e a criatividade de Carol no baixo, que desde então, se tornou seu principal instrumento. Você pode ouvi-la em grandes clássicos como La Bamba (Ritchie Valens), You’ve Lost That Lovely Feeling (The Righteous Brothers), These Boots Are Made For Walking (Nancy Sinatra) e, provavelmente sua performance mais marcante, Good Vibrations (Beach Boys). Incrível, não?

Bateristas

E para terminar nossa lista, temos as grandes bateristas. Vamos conhecê-las?

Dee Plakas (L7)

Dee Plakas

Conheça uma das bateristas mais ferozes do mundo: Dee Plakas do L7. Durante o movimento grunge, enquanto todos pensavam no Nirvana, Soundgarden, Pearl Jam, e no Alice In Chains, havia uma banda composta só por garotas da pesada, o L7. O som vibrante e potente delas muito se deve ao poder de fogo de Dee. Você pode conferir sua técnica e atitude em músicas como Fast And Frightening, Fuel My Fire, Wargasm e a clássica Pretend We’re Dead.

Samantha Maloney (Hole, Mötley Crüe, Eagles of Death Metal)

Samantha Maloney

Uma das bateristas mais sofisticadas, profissionais e competentes do mundo do rock. Dona de uma técnica bastante apurada, timming perfeito, e com uma pegada de cair o queixo, é uma das bateristas mais requisitadas do mundo. E como se não bastasse, é uma das maiores executivas de áudio da Warner Bros. Com uma baterista dessas não se brinca!

Cindy Blackman (Santana, Lenny Kravitz)

Cindy Blackman

Eleita por várias vezes a maior baterista feminina de todos os tempos, e é esposa de Carlos Santana. Não é preciso dizer muito mais do que isso, certo? Pois bem, ela foi baterista por muitos anos da banda de Lenny Kravitz, e é dona de uma precisão rítmica perfeita, e que toca com uma pegada pra deixar qualquer baterista marmanjo de boca aberta. Algumas obras primas que ela produziu são Are ou Gonna Go My Way (Lenny Kravitz), The Chockin’ Kind (Joss Stone), e todo o trabalho dela com o grupo Spectrum Road.

Patty Schemel (Hole, Juliette and the Licks)

Photo taken in Glendale  on 10/20/17.

A grande Patty comandou as baquetas de grandes bandas como Hole (e da carreira solo de Courtney Cobain), e a banda da atriz Juliette Lewis, o Juliette and the Licks. Dona de uma personalidade forte e extravagante, Patty foi uma das bateristas mais respeitadas e criativas dos anos 80 e 90. Você pode ouvir seus trabalhos como em Malibu (Hole), Celebrety Skin (Hole) e Got Love to Kill (Juliette and the Licks).

E aí, gostou de conhecer algumas das maiores musicistas do passado? Por um mundo com mais mulheres tocando instrumentos! Lembre-se: Sem preconceitos!

Muito obrigado! #girl #power #playlikeagirl

Zuba
Guilherme von Zuben Riceto, Professor de Contrabaixo do Centro Musical Harmos.

Juntos Somos Mais!

(19) 99580.2188 (Whatsapp)
(19) 3875.6536 (Fixo)
contato@harmos.art.br
Rua 5 de Julho, nº 1194, Centro, Indaiatuba – SP